Como sugerir uma lei no congresso



Você sabia que é possível sugerir uma lei no congresso?

Pois é no site  www.senado.leg.br/ecidadania você pode apoiar as sugestões de leis e se obtiver o apoio necessário a sugestão entra em pauta para votação, segue o texto do site:

" A Constituição prevê que um projeto de lei de iniciativa popular deve ter a assinatura de pelo menos 1% do eleitorado nacional, com representação em no mínimo cinco estados e 0,3% do eleitorado em cada um deles. São resultados desse tipo de projeto a Lei de Crimes Hediondos e a Lei da Ficha Limpa. O cidadão também pode procurar as comissões de legislação participativa das duas Câmara dos Deputados e do Senado. Ou ainda, no caso do Senado, fazer uma sugestão pelo Portal e-Cidadania."

fonte: http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2014/09/09/como-sugerir-uma-lei-ao-congresso


E então o que você está esperando? Tem uma boa ideia ou opinião, faça sua sugestão e divulgue para obter o devido apoio.

É melhor agir dentro dos canais corretos do que desabafar nas redes sociais, as redes sociais servirão de apoio para divulgar a sua proposta.

Caso você sugira algo voltado a Gestão de Pessoas e benefícios ao trabalhador nos avise e se a proposta estiver de acordo com a nossa visão te ajudaremos a divulgar.

Você pode fazer um Brasil melhor.



Reforma trabalhista - Opinião - Art 579 - Contribuição Sindical


print da página http://www12.senado.leg.br/noticias/arquivos/2017/07/13/veja-a-integra-do-projeto-que-foi-aprovado

Confesso que vibrei com esse artigo, nunca concordei com essa contribuição, não vou entrar em mérito de sindicatos mas sinceramente amei.

Acredito que todos os descontos devem ser opcionais, o trabalhador já ganha tão pouco e ainda tem que contribuir com algo que não concorda, palmas para esse artigo!!!!!

Reforma trabalhista - Opinião - Art 484 - Acordo


Print da página http://www12.senado.leg.br/noticias/arquivos/2017/07/13/veja-a-integra-do-projeto-que-foi-aprovado

Vi pessoas revoltadas com esse item mas vamos falar a verdade, quem nunca foi ao RH e pediu para fazer um acordo propondo devolver a multa dos 40%?
Perdi a conta de quantas vezes ouvi esse tipo de proposta.
As pessoas só querem que venha a nós a ao vosso reino nada, né....
Sei que existe empresas que participam de esquemas assim pois se não existissem de onde as pessoas tirariam a ideia?
Na minha vivencia em RH já tive casos que a pessoa propôs um "acordo" e diante da recusa da empresa passou a "aprontar" para ser mandado embora. Sempre achei essa atitude medíocre, a pessoa não pensa que se apronta hoje a fama dela fica eternamente? Dependendo do ramo os colegas sempre se encontram em outras empresas. Comigo já aconteceu de encontrar ex colegas quando troquei de empresa, imagina se eu tivesse aprontado algo para ser mandada embora e essa pessoa soubesse, queimaria meu filme (desculpe a expressão). FGTS nunca me prendeu a lugar nenhum e por isso amei a liberação do saque pois pedi demissão de 3 empresas e receber esse FGTS retido foi muito bom.
Bom voltando ao acordo, nada mais justo que perder o direito ao seguro desemprego pois se você planejou sair da empresa você deve ter outro emprego ou ter se preparado financeiramente para isso, não será uma surpresa, concorda?
Não entendo o motivo de tanta revolta. Algumas pessoas disseram que o empregador pode forçar a fazer acordo, "benhê" se alguém tentar te forçar a fazer um acordo é só não aceitar e pronto, sem a sua assinatura não existe acordo e se o empregador não gostar o máximo que vai fazer é te demitir e isso é bom pois terá que te pagar tudo. Entendeu ou quer que eu desenhe? Para com essa história de procurar pêlo em ovo e se não quer um acordo pede demissão e pronto, afff

Reforma trabalhista - Opinião - Art 134 - Férias fracionadas

Print da página http://www12.senado.leg.br/noticias/arquivos/2017/07/13/veja-a-integra-do-projeto-que-foi-aprovado

Eu só tenho uma coisa a dizer: já estava mais que na hora de organizar isso...

Antes que me juguem vamos aos fatos, trabalhei em diversos ramos e essa prática de fracionar férias era comum, trabalho a 24 anos, sendo desses 12 em gestão de pessoas e apenas 2 vezes consegui 30 dias de férias, por diversos motivos, dentre eles o cargo que eu exercia, o período do mês (fechamento de folha) entre outros mas isso sempre foi feito de forma ilegal, eu era obrigada a assinar um documento que estava utilizando todo o período mas na prática isso não acontecia, então eu dependia da honestidade dos meus superiores em me deixar utilizar esses dias posteriormente, mas antes que digam que sou tonta e isso só acontece comigo digo-lhes a triste realidade, isso é comum nas empresas e boa parte das vezes a pedido do funcionário.
Uma pessoa que trabalha com vendas e sabe que em alguns períodos no ano por 10 ou 15 dias o movimento é fraco prefere usar alguns dias de férias para não perder vendas, ou quem tem filhos em idade escolar prefere fracionar as férias para ficar com os filhos em Julho e em Dezembro ou Janeiro, ou ainda quando o cônjuge vai tirar alguns dias de férias e querem fazer uma viagem rápida. Enfim os motivos são vários mas o bom da história é que agora é legalizado.
Eu aprovei.
Google Analytics Alternative